Close

29 Novembro, 2019

Bruxelas devolve 467 milhões de euros aos agricultores europeus

Quase sete milhões serão devolvidos aos agricultores portugueses, através de verbas previstas para crises na Política Agrícola Comum (PAC) que não foram utilizadas este ano.

Agricultura

“Os valores deduzidos dos pagamentos diretos este ano podem ser reembolsados aos agricultores dos Estados-membros a partir de 1 de dezembro de 2019”, precisa a Comissão Europeia. Tal acontece dado a reserva para crises prevista na PAC “não ter sido necessária em 2019”. Bruxelas justifica ainda que tais montantes não foram utilizados, mesmo com as “situações desafiadoras este ano”, porque foram adotadas “medidas adicionais de apoio” para resolver tais casos, nomeadamente aos agricultores afetados pela onda de calor neste verão.

A decisão determina, então, que haja uma distribuição “proporcional” entre os países da UE, indicando que, aos agricultores portugueses, serão devolvidos perto de 6,99 milhões de euros.