Close

7 Outubro, 2019

Encontro Regadio 2019 acontece em novembro

O evento é realizado pela FENAREG (Federação Nacional de Regantes) e a Associação de Beneficiários do Mira e acontece entre 6 e 7 de novembro, em Odemira.

O tema central é o trinómio Agricultura-Ambiente-Território e os desafios dos aproveitamentos hidroagrícolas para além da gestão da água.

“A gestão dos Aproveitamentos Hidroagrícolas não se cinge apenas a uma eficiente gestão da água. É necessário existir uma estratégia clara para o território”, afirmou Manuel Amaro Figueira, diretor executivo da Associação de Beneficiários do Mira, em comunicado de imprensa.

O Professor Francisco Gomes da Silva apresentará o “Contributo para uma Estratégia para o Regadio 2050”, um estudo realizado pela Agroges para a FENAREG e que aponta caminhos orientadores das políticas públicas de regadio até 2050, propondo um plano de ação até 2027 e os instrumentos financeiros para modernizar o regadio em Portugal.

Os regantes propõem a criação de uma norma para reconhecimento, e posterior certificação, de “Explorações de Regadio Sustentável” que incorporem na sua atividade a proteção dos recursos hídricos, a conservação do solo, o contributo para a biodiversidade (habitats e espécies) e a melhoria da sustentabilidade carbónica. Esta certificação, de adesão voluntária no início, poderá tornar-se tendencialmente obrigatória. O objetivo da medida é criar 100 000 hectares de Zonas Agrícolas de Regadio Sustentável até 2027.

O Encontro Regadio 2019 conta ainda com uma mesa redonda sobre “Os desafios para o Regadio”, com a participação de oradores convidados em representação das entidades que tutelam o regadio e das organizações dos agricultores regantes.

No segundo dia será realizada uma visita a explorações agrícolas e pontos de interesse da infraestrutura do Aproveitamento Hidroagrícola do Mira.

Pode encontrar o restante programa e inscrições aqui.