Close

12 Agosto, 2019

Já começou a campanha anual de pera rocha

Inicia esta segunda-feira, dia 12 de agosto, mais um ano de colheita de pera rocha do oeste.

Texto: Sofia Monteiro Cardoso

Este ano a campanha é marcada pelo início da greve dos motoristas de combustíveis, que ainda não tem data para terminar, causando um clima de apreensão no meio agrícola. Os mais de 5000 produtores nacionais do fruto precaveram-se para que tal não prejudicasse a colheita de 2019, que espera empregar diariamente, como acontece todos os anos, mais de 15 mil pessoas.

Produzida em maior escala nos concelhos de Cadaval e Bombarral, a pera rocha, que possui a certificação DOP (Denominação de Origem Protegida) por parte da União Europeia, é um dos produtos agrícolas mais exportados a nível nacional, sendo mesmo a fruta mais exportada.

Cerca de 60% da produção nacional é exportada para mercados internacionais como o Brasil, Reino Unido, Marrocos, França e Alemanha, os cinco principais destinos do produto.  

“O fruto, que é um ícone português, mantém as suas características de boa qualidade, sabor e pigmentação”, pode ler-se no comunicado emitido pela ANP (Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha). Criada em 1993, a instituição representa cerca de 86% da produção de pera rocha em Portugal e reúne os principais nomes do setor. A promoção a nível nacional e externo é o principal objetivo da associação.