Close

14 Março, 2019

Cereja do Fundão classificada como produto de “Indicação Geográfica”

cereja

A “Cereja do Fundão” foi classificada, a nível nacional, como produto de Indicação Geográfica, certificação que a organização de produtores e a autarquia local esperam que venha a contribuir para a valorização da produção de cereja desta região.

No Despacho nº 2337/2019, publicado no Diário da República na sexta-feira, a Secretaria de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural determina que «seja conferida, a nível nacional, proteção à denominação “Cereja do Fundão” como Indicação Geográfica».

«O uso desta denominação fica reservado aos produtos que obedeçam às disposições constantes no respetivo caderno de especificações depositado na Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR)», acrescenta o despacho. A decisão visa proteger a cereja produzida nesta região do distrito de Castelo Branco e é vista como uma «mais-valia» para a valorização da marca “Cereja do Fundão”.

A Câmara Municipal do Fundão considera que este reconhecimento é «muito importante» e acredita que deverá desempenhar um papel relevante na estratégia que o município tem desenvolvido nos últimos anos ao nível da valorização e promoção da marca “Cereja do Fundão”.

«Isto não só é muito importante no processo de qualidade e de garantias ao consumidor, como também poderá ser um empurrão para a internacionalização», disse à agência Lusa o presidente da Câmara, Paulo Fernandes.

Para o autarca, esta certificação tem ainda «a vantagem de representar uma geografia mais ampla, porque apanha também algumas freguesias produtoras dos concelhos vizinhos da Covilhã e de Castelo Branco».

Fonte: Lusa